PT EN
SEPARADOR 14

“TVI entrevista equipa de telemonitorização da ULSAM"

24.11.2020

A TVI foi conhecer a equipa especializada em monitorização de doentes com Doença Pulmonar Obstrutiva Crónica, no Hospital de Santa Luzia, em Viana do Castelo. A reportagem resume em que consiste esta prática, reconhecendo assim a excelência da equipa da ULSAM e da VitalMobile, bem como da plataforma fornecida por esta última. A plataforma de telemonitorização VitalMobile permite gerir e manter a estabilidade dos doentes à distância.

Veja a reportagem aqui e fique a perceber em que consiste a telemonitorização.

SEPARADOR 13

Projeto de telemonitorização de doentes com insuficiência cardíaca, no Hospital de Santa Maria, com recurso à Tecnologia Vitalmobile, apresenta resultados promissores!

24.08.2020

O projeto coordenado pela Prof.ª Doutora Dulce Brito, foi sujeito a um estudo na área da Telemonitorização de Doentes com Insuficiência Cardíaca, com vista a evitar os reinternamentos hospitalares excessivos, tendo como base tecnológica a plataforma VitalMobile. Mais informações aqui.

SEPARADOR 12

“Prémio VitalMobile – Gonçalo Belo” para o melhor trabalho científico na área da e-Saúde

01.07.2020

Estão abertas, desde o dia 6 de janeiro de 2020 e até ao dia 31 do mesmo mês, as candidaturas para a primeira edição do Prémio “VitalMobile - Gonçalo Belo”. A VitalMobile e a UBI - Universidade da Beira Interior estabeleceram um protocolo de colaboração no sentido de premiar a melhor tese de doutoramento na área da e-saúde, a UBI tem como missão promover a qualificação de alto nível, da docência e da investigação.

A VitalMobile tem como missão aportar maior Qualidade de Vida a um maior número de Doentes e Equipas Clínicas através da criação de métodos disruptivos de distribuição de saúde.

Gonçalo Belo foi um dos arquitetos da plataforma, engenheiro de formação e uma personalidade notável, que teve um contributo decisivo para que hoje tantos doentes, e profissionais de saúde possam dispor deste serviço de telemonitorização. Falecido em 2017 é agora justamente homenageado na denominação de um prémio que visa incentivar quem como ele trabalha para melhorar a cidadania, concretamente na área da e-saúde.

O modelo de telemonitorização implementado pela VitalMobile com a equipa de Telemonitorização do Hospital de Viana do Castelo, é já referência, após 5 anos de trabalho efectivo no terreno e está patente na ficha técnica produzida pela SPMS e disponível para consulta. Apesar dos resultados e do entusiasmo de todos os envolvidos há ainda trabalho a fazer no que se refere à implementação a uma escala mais alargada, e este passa também pela academia, onde existem já trabalhos sobre estas temáticas que importa valorizar e divulgar para aumentar a confiança dos profissionais nestas soluções.

Assim, foi assinado no dia 11 de dezembro de 2019, o protocolo de cooperação entre a UBI e a VitalMobile, na Reitoria da Universidade da Beira Interior. As candidaturas encontram-se agora abertas, sendo que a participação está reservada a doutorados nas áreas da saúde e das tecnologias para a saúde, autores de uma tese de doutoramento sobre o tema da e-Saúde.

O anúncio do vencedor está previsto para Abril.Todos os documentos necessários para a candidatura (formulário disponível no site da UBI, tese de doutoramento e curriculum vitae, entre outros) devem ser enviados para o endereço eletrónico pcabral@fcsaude.ubi.pt. Mais informações aqui.

SEPARADOR 11

Reportagem Revista Acontece

04.10.2019

O Programa de Telemonitorização realizado na ULSAM (Unidade Local de Saúde do Alto Minho), com a solução VitalMobile, foi assunto na reportagem “Recuperar o fôlego e ganhar qualidade de vida”, da edição de abril da revista Acontece (páginas 14 a 17; Uma edição da Administração Central do Sistema de Saúde (ACSS).

Acerca do projeto iniciado em 2014 com 15 doentes e que hoje ultrapassa os 100, pode ler-se que «os resultados obtidos em três anos de funcionamento [2015-2018] demonstram o sucesso da experiência». Como participantes desta reportagem estiveram também dois doentes do programa, que deram o seu testemunho, partilhando em que medidas a sua qualidade de vida melhorou substancialmente após a implementação do sistema.

Todos os doentes do programa são acompanhados 24 horas por dia pela equipa clínica (pneumologista Dr. Rui Nêveda e Enfermeiro João Silva) e pela equipa técnica da VitalMobile.«João Silva, responsável pelo centro [de TeleSaúde da ULSAM], pretende ainda alargar a sua atividade [do Programa de Telemonitorização] a outras doenças crónicas como a hipertensão arterial, diabetes ou insuficiência cardíaca.

O projeto piloto para doentes com insuficiência cardíaca já está a funcionar com o acompanhamento de dois doentes desde dezembro de 2018», com a solução VitalMobile. Pode ler a reportagem completa aqui.

SEPARADOR 10

VitalMobile presente no Portugal Ehealth Summit 2019

22.03.2019

Entre os dias 19 e 22 de março, a VitalMobile participou na 3ª edição do Portugal eHealth Summit, em Lisboa. Para além de ter participado no evento como empresa de Telemonitorização Profissional Remota de doentes, com várias apresentações dos seus serviços, a solução da VitalMobile foi também mencionada em palestras apresentadas por profissionais de equipas clínicas que com ela trabalham diariamente. O Dr. Rui Nêveda (médico pneumologista) apresentou os excelentes resultados obtidos no projeto de telemonitorização a decorrer na ULSAM (Unidade Local de Saúde do Alto Minho), com pacientes de Doença Pulmonar Obstrutiva Crónica, e o Enf. João Silva partilhou a sua experiência de trabalho num workshop destinado a enfermeiros: TeleSaúde na Enfermagem.

SEPARADOR 9

VitalMobile na Feira MEDICA Dusseldorf 2018

15.11.2018

A VitalMobile participou na feira MEDICA em Dusseldorf entre os dias 12 e 15 de novembro de 2018.Agradecemos a todos os que visitaram o nosso stand e aos que assistiram à nossa apresentação (pitch). Foi uma experiência muito enriquecedora e um novo objetivo alcançado.

SEPARADOR 8

Participação no livro e-Saúde

13.07.2016

A nossa equipa de Telemonitorização partilhou os resultados do seu projeto piloto.

Numa iniciativa da SITT (Sociedade Ibérica de Telesalut Y Telemedicina), a nossa equipa de Telemonitorização partilhou os resultados do seu projeto piloto Telemonitorização do Paciente com Doença Pulmonar Obstrutiva Crónica no Alto Minho, através da participação no livro e-Saúde, de ensino para estudantes de cursos de ciências da saúde e profissionais de saúde.

SEPARADOR 7

ULSAM e VitalMobile obtêm excelentes resultados em projeto de telemonitorização da DPOC (Dodença Pulmonar Obstrutiva Crónica)

30.06.2016

A equipa, constituída pela equipa clínica do Hospital de Viana do Castelo e pela VitalMobile, apresentou nos passados dias 28 a 30 de Junho, durante a Lisbon eHealth 2016, promovida pela SPMS/Ministério da Saúde, os excelentes resultados obtidos no seu segundo ano de projeto de Telemonitorização Remota de doentes com DPOC.

Esta equipa, já com os resultados obtidos em 2014 tinha atingido altos níveis satisfação dos doentes e de redução de custos, que deram origem à atribuição do Prémio de Boas Práticas em Saúde, instituído pelo Serviço Nacional de Saúde no ano passado.

Os resultados agora alcançados vieram confirmar os resultados do projeto de Viana do Castelo do ano anterior, validando também um nível superior de eficácia da nova versão da Plataforma VitalMobile (de quarta geração) ao melhorar inclusivamente os indicadores do ano anterior, superando os 50% de redução nas Urgências e nos Internamentos nestes doentes crónicos em estado avançado da doença.

A equipa liderada pelo Dr. Rui Nêveda, definiu e implementou um modelo interdisciplinar com recurso à equipa de enfermagem da UCI suportados pelo Modelo de Telemonitorização VitalMobile composto de serviços e da sua plataforma tecnológica.

Verificaram-se benefícios na eficácia da equipa Clínica e no nível de satisfação dos doentes (acima dos 90%), todos na fase mais grave da doença (Gold D) e com uma média de idades acima dos 70 anos.

À imagem do ano anterior, das várias empresas envolvidas no projeto piloto da DPOC em vários hospitais, o projeto ULSAM/VitalMobile foi o único a apresentar, nesta reunião, resultados objetivos detalhados e conclusivos do trabalho desenvolvido.

A VitalMobile é uma empresa que se dedica exclusivamente à Monitorização Remota de Doentes em Mobilidade com serviços de vários níveis suportados numa plataforma tecnológica própria de 4ª Geração. Essa plataforma permite a integração de serviços complementares num regime de 24/24 horas e através da sua oferta abrangente oferece resultados de excelência em serviços profissionais.

A plataforma VitalMobile de Monitorização Remota e Gestão de Doentes que está diariamente em utilização profissional há mais de 10 anos, em permanente evolução, integra a gestão e controle do doente em segurança e baixo custo, através de modelos adequados a cada doença monitorizada.

O Hospital de Viana do Castelo integrado na ULSAM - Unidade Local de Saúde do Alto Minho, é uma unidade pública de prestação de serviços de saúde que teve como responsável pelo projeto o Dr. Rui Nêveda, Diretor do Serviço de Pneumologia e contou com o Enf. João Silva e sua equipa de enfermeiros da UCI por forma a assegurar o modelo clínico de intervenção.

Para contactar a VitalMobile, poderá fazê-lo através do telefone 217 581 626 ou do mail@vitalmobile.eu.

SEPARADOR 6

Prémio Boas Práticas em Telemedicina SNS 2015

2015

No passado mês de setembro, no âmbito do II Encontro de Telemedicina, que teve lugar no Parque da Saúde em Lisboa foi atribuído o Prémio de Boas Práticas em Telemedicina do SNS à equipa que mais contribuiu para a prossecução dos objetivos do GTT - Grupo de Trabalho da Telemedicina, nomeadamente na promoção e dinamização das áreas metodológicas em que a telemedicina está a ser desenvolvida- Telemonitorização, Teleconsultas em tempo real e Teleconsultas em tempo diferido (rastreio).

A equipa premiada é liderada e constituida pelo Dr. Rui Nêveda, diretor do serviço de pneumologia da ULSAM - Unidade Local de Saúde do Alto Minho, Enfermeiro João Silva, coordenador da UCI - Unidade de Cuidados Intensivos da mesma unidade de saúde e pela VitalMobile que fornece os serviços de telemonitorização.

SEPARADOR 5

Quando um mero telemóvel pode evitar uma ida às urgências

19.05.2014

Quinze doentes do distrito de Viana do Castelo vão a ser monitorizados a partir de casa por médico e enfermeiros. O objectivo é melhorar a qualidade de vida e minimizar o impacto da doença na vida de cada um.

“Os doentes estão empenhados e motivados para participar no projeto”, garante Rui Nêveda, pneumologista do Hospital de Viana do Castelo e responsável pela monitorização dos 15 doentes que foram ali selecionados. “ Isto não vai representar uma cura para os doentes, eles estão alertados para isso”, explica. Mas vai “ajudá-los a ter melhor qualidade de vida e a evitar idas ao hospital desnecessárias”.

“Sabemos que não é fácil, mas é esse também o trabalho da equipa médica e de enfermagem, bem como da empresa que fornece o material: motivar os doentes, explicar-lhes o que devem fazer”, garante Rui Nêveda, que irá coordenar uma equipa com cinco médicos pneumologistas, três enfermeiros e três técnicos do serviço de Pneumologia, mais 24 enfermeiros dos Cuidados Intensivos que, por escala, vão monitorizar os doentes no período entre as 20:00 e as 08:00 durante a semana e entre as 20.00 de sexta-feira e as 08.00 de segunda-feira.

Certo é que, nos próximos tempos, 15 doentes vão estar constantemente monitorizados e a um telefonema de distância em caso de deteção de alguma anomalia. “Em alguns casos bastará ajustar a medicação ou aconselhar algum tipo de medicamento para baixar a febre e assim evitar uma vinda às urgências que, naturalmente, irá acabar num internamento desnecessário”, assevera Rui Nêveda.

Notícia completa aqui.

In: Diário de Notícias, 19 de Maio 2014.

SEPARADOR 4

Controlo Remoto da Doença

27.12.2006

Sistema para doentes neuromusculares e com insuficiência respiratória. O sistema surge porque este tipo de doenças tem aumentado.

A Faculdade de Medicina está a preparar um projecto- piloto que visa promover o controlo médico á distancia a doentes neromusculares e com insuficiência respiratória. O único requisito é o doente ter um telemóvel de última geração.

Notícia completa aqui.

In: O Primeiro de Janeiro, 27 de dezembro 2012.

Autora: Joana Soares.

SEPARADOR 3

Vigilância Médica por Telemóvel

25.12.2006

A Faculdade de Medicina do Porto (FMUP) desenvolveu um sistema para acompanhamento médico à distância, através de um telemóvel de 3ª geração, de doentes neuromusculares que precisam de ventilação mecânica, revelou fonte universitária.

O sistema designado "VitalMobile", é o resultado de mais de dois anos de investigação do Serviço de Pneumologia da FMUP, em parceria com uma empresa de informática e telecomunicações.

"Através deste sistema um paciente que tinha obrigatoriamente que estar no hospital para poder ser permanentemente monitorizado pode agora sê-lo em casa, no trabalho, na escola, em deslocação ou qualquer outro local onde possa ser utilizado um telemóvel" refere um comunicado da FMUP.

Esta inovação, sublinha a FMUP, "confere autonomia aos pacientes e aumenta a sua qualidade de vida".

Notícia completa aqui.

In: Açoreano Oriental.

SEPARADOR 2

Doentes vigiados por Telemóvel

25.12.2006

Os doentes portugueses com ventilação mecânica já podem ser vigiados por um médico através do telemóvel.

"Através deste sistema, um paciente que tinha obrigatoriamente que estar no hospital para poder ser permanentemente monitorizado, pode agora sê-lo em casa, no trabalho, na escola, em deslocação ou em qualquer outro local onde possa ser utilizado um telemóvel".

Notícia completa aqui.

In: Diário de Notícias, 25 de dezembro 2006.

SEPARADOR 1

Reportagem RTP

23.12.2006

Reportagem na RTP1, em 2006, sobre a Plataforma de Bio-Monitorização Remota VitalMobile e a forma como está a ser utilizada por um paciente crónico do Serviço de Pneumologia da Faculdade de Medicina do Porto - Hospital S. João.

Reportagem completa aqui.